6 maneiras de dizer tudo sem dizer nada

Seis maneiras de dizer tudo sem dizer nada

16 de fevereiro de 2016
Júlia Azeredo

Para grande parte das pessoas, a possibilidade de falar em público pode ser causadora de grande aflição e ansiedade. Estamos acostumados a nos relacionar protegidos pela invisibilidade que a internet nos possibilita e quando precisamos nos expor, olho no olho, nem sempre é fácil construir um discurso de convencimento. Se você faz parte das pessoas que sofrem desse mal, anime-se! Existem técnicas e elementos que podem ajudar na empreitada de quem pretende ou precisa falar em público.

O palestrante Will Stephen nos dá uma luz sobre o tema. Ao ser convidado para participar de uma TED, o também ator e escritor, elaborou um trabalho em que discorre durante seis (divertidíssimos) minutos sobre o tema “nada”. E nesses seis minutos vai dando dicas de porque estamos tão improvavelmente  atentos e ávidos para saber tudo, sobre “nada” ou como fazer, de um tema desinteressante, assunto para seis minutos de escuta prazerosa. Separamos seis dicas em tópicos para facilitar a sua vida:

:: Eu sei!!! ::
Não importa quão inseguro esteja, fale como se tivesse absoluta certeza do está dizendo.

:: Gesticule! ::
Sua expressão corporal é muito importante, quanto mais confortável você parecer, maior sua capacidade de convencimento. Em certos momentos você pode enfatizar informações através de gestos e pelo tom da sua fala, principalmente se estive falando de alguma informação muito relevante.

:: Ei você! ::
Interaja com o público! Fazer perguntas e exemplificar assuntos através de  experiências pessoais e da vida cotidiana  gera empatia e cria um clima mais descontraído durante a sua fala.

:: Não sou eu quem estou dizendo ::
Deixe claro que além de você, existem pessoas importantes que compartilham da mesma opinião.

:: Mais que mil palavras ::
Lance mão da  possibilidade que o mundo da imagem pode oferecer. Ilustre, crie gráficos, ornamente o caminho da sua fala, existe uma enorme variedade de estratégias e recursos audiovisuais que podem te auxiliar.

:: No ritmo! ::
O ritmo da sua voz deve acompanhar o desenvolvimento das ideias até a conclusão, você não quer fazer sua plateia dormir mas também não quer que saiam exaustos por seu excesso de velocidade.

 

seis maneiras de dizer tudo sem dizer nada

Ilustração: Júlia Félix

 

Te deixamos com o vídeo que deu voz à essa nossa conversa!

Related Posts

5 Dicas para criar um Portfolio